Pesca

Condições de trabalho dignas para os pescadores

Ratificação por Portugal da Convenção n.º 188, da Organização Mundial do Trabalho

Adotada pela Conferência Geral da Organização Internacional do Trabalho na sua 96.ª sessão, realizada em Genebra, a 14 de junho de 2007, e em vigor desde 16 de novembro de 2017, foi finalmente ratificada por Portugal, a 26 de novembro de 2019, a Convenção n.º 188 sobre o trabalho na pesca.

Ler Mais

Fonte imagem: JN on-line, 21/11/2019

Pescadores da pesca do cerco exigem aumento da quota para 30 mil toneladas em 2020, no seu 4.º Encontro Ibérico, em Matosinhos

Como temos vindo a noticiar as organizações do cerco de Portugal e Espanha continuam a encetar um caminho comum com vista a encontrar soluções para o desenvolvimento da pesca do cerco, invertendo o declínio do setor, com as graves consequências sociais e económicas que as restrições à pesca, no quadro das políticas europeias, têm tido para as comunidades piscatórias.

Ler Mais

Imagem: Lota da Figueira Foto Rui Miguel Pedrosa / Global Imagens, em https://www.dn.pt/pais/interior/pescadores-celebram-regresso-ao-mar-esta-e-a-melhor-sardinha-do-mundo-10972429.html (11/6/2019)

Sardinha fresca regressa à mesa do Verão!

Desde o dia 3 de junho que a safra da sardinha voltou, após 8 meses de proibição. As quantidades permitidas não são consensuais e os pescadores estão na perspetiva de poderem vir a aumentar a quota de 10.799 toneladas repartidas entre Portugal e Espanha. Do total caberá a Portugal 7.181 toneladas, e deste total, até ao final de julho, não poderão ser excedidas as 5.000 toneladas.

Ler Mais

Dia do Pescador

No Dia do Pescador, a Mútua, que nasceu na pesca e que quer continuar a ser o porto seguro de todos os pescadores, quer deixar uma vez o seu abraço coletivo a todos os pescadores, com quem continuará a trabalhar contribuindo para a dignificação desta profissão.

Ler Mais

Comunidades piscatórias celebram o Dia do Pescador, 31 de Maio

Um pouco por todo o país, por iniciativa de Associações de Pescadores, das autarquias, ou outras entidades, assinala-se o Dia do Pescador, com propostas várias que pretendem valorizar o pescador, a pesca e as comunidades piscatórias. Momentos de convívio, mostras gastronómicas, iniciativas para crianças e jovens, leituras, cinema e teatro, passeios de barco, música e festa, encontros religiosos, mas também conferências e debates, são aquilo que mobiliza e anima o Portugal marítimo por estes dias.

Ler Mais