Mútua dos Pescadores: Cooperativa de Seguros Portuguesa

A Mútua é a primeira e única cooperativa de seguros portuguesa (desde 2004), que celebrou, em 2012, 70 anos de história, enquanto Mútua de Seguros. À experiência mutualista no sector das pescas que acumulou durante décadas – representando mais de 70% da sua carteira de prémios - juntou-se a partir de 2000, a intervenção noutras atividades do cluster do mar, como a náutica de recreio, marítimo turística, pesca desportiva e mergulho. Em 2006 o sector cooperativo e social tornou-se numa nova aposta.

Revista Marés

A Marés é a revista de distribuição gratuita da Mútua dos Pescadores, espaço aberto de informação, reportagem e debate de opinião, ao serviço do cluster do mar e da economia social desde 1986.

LER MAIS

Pés no Terreno
Plano de Reforço da Ação Cooperativa da Mútua dos Pescadores

Desde o início de 2016 que o Conselho de Administração da Mútua está a por em prática um plano de dinamização cooperativa que visa fortalecer a ligação dos cooperadores e segurados à sua cooperativa. Junte-se a nós!

SAIBA MAIS

Filme apresentado na Sessão de Encerramento do 75.º Aniversário da Mútua dos Pescadores no auditório municipal de Vila do Conde, no dia 11 de novembro. A Mútua é a grande protagonista, refletida na generosidade dos seus associados desde as Ilhas Autónomas até ao Norte e Sul do Continente, que se disponibilizaram a participar no filme.

Para consultar o calendário de eventos e iniciativas clique aqui!


Contactos alternativos Mútua

Devido a um problema informático desde o dia 5/2/2018, os e-mails oficias da Mútua dos Pescadores não estão operacionais.
Agradecemos que privilegiem o contacto telefónico directo com os balcões.
Lamentamos esta situação e assim que tudo estiver normalizado informaremos.


ACEP – Revista Mundo Crítico

A ACEP – Associação para a Cooperação Entre os Povos, organização com a qual partilhamos o mesmo edifício e idênticas preocupações de solidariedade, acaba de lançar o primeiro número do Mundo Crítico – revista de desenvolvimento e cooperação.
É um periódico semestral, de bom aspeto gráfico, repleto de conteúdos substanciais e diversificados, mas confluindo na missão central da ACEP, que consiste em promover ações de cooperação que ajudem a acelerar o desenvolvimento sustentado e humanizado, sobretudo no espaço da lusofonia.

Ler Mais

Luto Associativo Nacional

Confederação Portuguesa das Coletividades solidária com os trágicos acontecimentos de Vila Nova da Rainha

Em consequência do trágico incêndio na Associação Recreativa e Humanitária de Vila Nova da Rainha, concelho de Tondela, que vitimou mortalmente 8 pessoas e deixou 38 feridos, no passado sábado, dia 14 de janeiro 2018, a Confederação Portuguesa das Colectividades de Cultura, Recreio e Desporto, manifesta a sua solidariedade para com os familiares e amigos das vítimas, e comunidade, recomendando a todas as Associações, Colectividades e Clubes que manifestem a sua solidariedade com a Associação, observando três dias de Luto Associativo Nacional, colocando a Bandeira da Associação a meia haste e guarde 1 minuto de silêncio em todas as cerimónias ou reuniões que se realizem entre os dias 15 e 17 de Janeiro.

Também a Mútua presta por esta via a sua solidariedade para com os familiares das vítimas e para com a coletividade de Vila Nova da Rainha.

Ler Mais

http://blogues.publico.pt/juntostocamosalua/

Organizações da Economia Social põem os pontos nos is

Sobre o processo da Associação Raríssimas

Nove organizações da Economia Social subscrevem comunicado que pretende evidenciar a importância das organizações de economia social como pilares fundamentais para o garante da justiça social e sustentabilidade, não confundindo determinadas práticas, como as alegadas irregularidades de gestão que têm vindo a público a propósito da Associação RaríssimasAssociação Nacional de Deficiências Mentais e Raras, com os princípios e valores que norteiam estas organizações.

Ler Mais

Reviver o passado em St John’s… e em Caxinas

(Exposição de fotografia até fevereiro 2018, nas Caxinas, Av. Infante D. Henrique, 340)

Por estes dias, há pescadores de cara colada aos enormes acrílicos retro-iluminados que, na avenida marginal, na casa de um antigo bacalhoeiro de Caxinas, Isaac Fernandes Braga, os levam de volta a St John’s, na Terra Nova. Em poucos dias, a exposição St. John’s Porto de Abrigo – A Frota Branca de Paul Anna Soik, produzida pela Bind’ó Peixe – Associação Cultural para o Museu Marítimo de Ílhavo, em 2016, e patente até Fevereiro de 2018 em Vila do Conde, tem sido um sucesso. E para isso muito contribui a qualidade do acervo que ali se pode ver.

Abel Coentrão
jornalista e presidente da Bind’ó Peixe – Associação Cultural

Ler Mais

2017 está a terminar, e com ele sai também a última edição da Marés do ano!

Neste número lançamos a campanha para promoção do seguro de marítimo-pesca da Mútua, campanha que tem como objetivo alertar para as vantagens sociais e económicas do seguro das embarcações de pesca profissional, que não obstante não ser obrigatório, é do mais elementar bom senso para quem trabalha no mar. Encerramos neste número o 75.º aniversário da Mútua dos Pescadores, percorrendo as iniciativas realizadas no Funchal e Setúbal, e o encerramento em Vila do Conde. A Marés termina também nesta edição a sua história de 30 anos de existência, (com o último artigo desta cronologia) trazendo as edições até aos dias de hoje.

Ler Mais