“Economia Social – na primeira linha do combate às crises”

Eduardo Graça, Presidente da Cooperativa António Sérgio para a Economia Social, afirma que, tal como noutros cenários de dificuldades, as organizações de economia social mostram a sua resiliência e são um importante contributo para a coesão social.

Em artigo publicado no Jornal de Negócios a 25 de março, Eduardo Graça traça as principais características deste setor e apresenta as principais medidas de apoio para as IPSS apresentadas pelo Governo, sendo certo que o papel preponderante da economia social engloba todas as suas organizações:
“Cooperativas, mutualidades, associações, fundações, misericórdias e todas as demais entidades com estatuto de IPSS estão sempre na primeira linha, pela sua proximidade às comunidades locais, natureza e experiência adquirida, de combate a todas as situações que ponham em risco a segurança e bem-estar dos cidadãos. Sempre assim foi e assim será.”
Ler notícia na íntegra aqui

Fonte: https://medium.com/

Fonte da imagem: https://medium.com/@vilourenco/a-crise-o-mundo-a-economia-criativa-e-o-empreendedorismo-social-9e685c937ea4

Print Friendly, PDF & Email