Impacto da subida de preços dos combustíveis na Pesca

Comunicação do Conselho de Administração da Mútua

Tendo em conta a vertiginosa escalada dos preços dos combustíveis que atualmente se faz notar, a Mútua alerta para a necessidade de se encontrarem soluções para minimizar os impactos desta crise aguda junto do setor piscatório nacional.

“Chegam-nos relatos de embarcações encostadas ao cais antevendo que os dias de pesca podem não compensar os custos fixos dos fatores de produção – preferindo manter-se em terra em vez de ir para o mar, trabalhar, não ter rendimento e ainda encaixar prejuízo.
Referem os nossos cooperadores que os preços de 1º venda, embora assistindo-se, em algumas lotas, a uma valorização do pescado, esta não acompanha na mesma ordem de grandeza a subida dos preços dos combustíveis. Afirmam que os preços quase duplicaram e as comparações com os preços praticados no país vizinho são quase inevitáveis.
À amalgama de problemas que afeta o setor – falta de mão de obra gritante, ciclos de produção em baixa para alguns segmentos, falta de manutenção de portos e de desassoreamento das barras, necessidade de uma significativa renovação da frota, necessária valorização geral do pescado na 1º venda – junta-se agora a crise dos proibitivos preços dos combustíveis!”

“Alerta-se, uma vez mais, para a tipologia das empresas de pesca, que na sua maioria são micro e pequenas empresas de carácter familiar, de onde famílias inteiras retiram o seu sustento, logo a rapidez de intervenção ainda mais se justifica tendo em conta a debilidade financeira deste tipo de empresas. Assim, o ritmo da resposta ditará a continuidade ou finalização da operação de muitas unidades de pesca no país.”

Ler Comunicado na íntegra

Fotografia de © Pedro Granadeiro / Global Imagens

Fotografia de © Pedro Granadeiro / Global Imagens em https://www.dinheirovivo.pt/economia/pescadores-alertam-que-subida-dos-combustiveis-deixa-atividade-insustentavel-14241753.html

Print Friendly, PDF & Email