Nota de imprensa sobre o sinistro marítimo ocorrido com o navio de pesca “Filipa Miguel”

O Conselho de Administração da Cooperativa de Seguros Mútua dos Pescadores, seguradora da embarcação “Filipa Miguel” e da respetiva tripulação, vem desta forma demonstrar o seu profundo regozijo pelo salvamento de todos os tripulantes que seguiam a bordo do referido navio de pesca português, no qual deflagrou um incêndio na madrugada da passada terça-feira, dia 27 de setembro, a cerca de 300 milhas náuticas a leste de São Miguel, Açores.

As causas do sinistro ainda estão por apurar, mas o que importa de facto ressalvar nesta nota é o salvamento dos oito homens que seguiam a bordo e a pronta resposta da Marinha portuguesa, designadamente do Centro de Coordenação de Busca e Salvamento de Ponta Delgada (MRCC Delgada), em articulação com o Centro de Coordenação de Busca e Salvamento das Lajes (RCC Lajes), sem a qual o desfecho poderia ter sido bem diferente.

Daí o nosso reconhecimento à Marinha por todo o trabalho de coordenação neste processo. Um reconhecimento que se estende à Força Aérea Portuguesa e ao navio mercante Thor Menelaus que procedeu ao resgate da tripulação e ao desembarque dos tripulantes portugueses salvos, em direção à Ilha Terceira.

Uma palavra também de reconhecimento às várias autoridades e entidades locais da Praia da Vitória que de um modo muito solidário e eficiente garantiram o melhor acolhimento a estes homens.

O Conselho de Administração da Cooperativa Mútua dos Pescadores endereça os melhores cumprimentos à tripulação do “Filipa Miguel”, fazendo votos de que todos se encontrem de perfeita saúde, garantindo que acompanhará todo o processo e responderá à altura dos seus pergaminhos e responsabilidades.

O Conselho de Administração da Mútua dos Pescadores

Resgate Filipa Miguel
Resgate Filipa Miguel – © Fotografia da Autoridade Marítima Nacional
Print Friendly, PDF & Email