Mútua dos Pescadores: Cooperativa de Seguros Portuguesa

A Mútua é a primeira e única cooperativa de seguros portuguesa (desde 2004), que celebrou, em 2012, 70 anos de história, enquanto Mútua de Seguros. À experiência mutualista no sector das pescas que acumulou durante décadas – representando mais de 70% da sua carteira de prémios - juntou-se a partir de 2000, a intervenção noutras atividades do cluster do mar, como a náutica de recreio, marítimo turística, pesca desportiva e mergulho. Em 2006 o sector cooperativo e social tornou-se numa nova aposta.

Revista Marés

A Marés é a revista de distribuição gratuita da Mútua dos Pescadores, espaço aberto de informação, reportagem e debate de opinião, ao serviço do cluster do mar e da economia social desde 1986.

LER MAIS

Pés no Terreno
Plano de Reforço da Ação Cooperativa da Mútua dos Pescadores

Desde o início de 2016 que o Conselho de Administração da Mútua está a por em prática um plano de dinamização cooperativa que visa fortalecer a ligação dos cooperadores e segurados à sua cooperativa. Junte-se a nós!

SAIBA MAIS

Para consultar o calendário de eventos e iniciativas clique aqui!


Reviver o passado em St John’s… e em Caxinas

(Exposição de fotografia até fevereiro 2018, nas Caxinas, Av. Infante D. Henrique, 340)

Por estes dias, há pescadores de cara colada aos enormes acrílicos retro-iluminados que, na avenida marginal, na casa de um antigo bacalhoeiro de Caxinas, Isaac Fernandes Braga, os levam de volta a St John’s, na Terra Nova. Em poucos dias, a exposição St. John’s Porto de Abrigo – A Frota Branca de Paul Anna Soik, produzida pela Bind’ó Peixe – Associação Cultural para o Museu Marítimo de Ílhavo, em 2016, e patente até Fevereiro de 2018 em Vila do Conde, tem sido um sucesso. E para isso muito contribui a qualidade do acervo que ali se pode ver.

Abel Coentrão
jornalista e presidente da Bind’ó Peixe – Associação Cultural

Ler Mais

2017 está a terminar, e com ele sai também a última edição da Marés do ano!

Neste número lançamos a campanha para promoção do seguro de marítimo-pesca da Mútua, campanha que tem como objetivo alertar para as vantagens sociais e económicas do seguro das embarcações de pesca profissional, que não obstante não ser obrigatório, é do mais elementar bom senso para quem trabalha no mar. Encerramos neste número o 75.º aniversário da Mútua dos Pescadores, percorrendo as iniciativas realizadas no Funchal e Setúbal, e o encerramento em Vila do Conde. A Marés termina também nesta edição a sua história de 30 anos de existência, (com o último artigo desta cronologia) trazendo as edições até aos dias de hoje.

Ler Mais

Breve crónica da Mútua de Sesimbra

(publicação no Correio da Manhã, julho 2017)

No mês em que a Mútua celebrou o seu 75.º Aniversário falámos com a colega Encarnação Marinheiro, a primeira e mais antiga funcionária da Mútua nesta vila, que nos ajudou a compor o puzzle dos principais momentos e pessoas que fizeram e fazem parte da Mútua de Sesimbra, aproveitando este espaço para prestar homenagem a todos eles!

Ler Mais

Sardinha em cima da mesa!

Reações às medidas de gestão em análise para o setor

Pela importância e atualidade do tema reproduzimos aqui artigos publicados na Marés 79, de dezembro de 2017: carta do Conselho de Administração da Mútua dirigida aos Dirigentes das Organizações da Pesca do Cerco em Portugal, documento integral da Posição da Federação dos Sindicatos da Pesca, e artigo da ANOPCERCO – Associação Nacional das Organizações dos Produtores da Pesca do Cerco.

Ler Mais

“Nazaré Criativa” celebra a criatividade da gente da Nazaré

Projecto-piloto promove oficinas criativas com artistas e artesãos nazarenos

O objectivo do projecto NAZARÉ CRIATIVA “é proporcionar uma experiência única de imersão na cultura local aos nossos visitantes (e não só), através da participação em oficinas criativas lideradas por fotógrafos, artistas plásticos, artesãos, músicos, escritores e mais gente criativa da Nazaré. Uma iniciativa da empresa Quico Turismo Lda. / Casas do Quico, que se dedica ao alojamento turístico local.

Ler Mais

Góis, fotografia de Maria do Céu Baptista, novembro 2017

O uso do fogo controlado pode ser perigoso

Carta aberta ao Presidente e Governo da República Portuguesa

Trazemos no nosso site artigo sobre os usos dos fogo controlado para fins de agricultura e proteção florestal, que inclui também Carta Aberta aos principais órgãos de soberania nacional, já publicada parcialmente na Revista Marés, edição de dezembro 2017. O documento é da responsabilidade dos investigadores Zabelin S. I. e Natalia Novoselova * com tradução e revisão de Maria do Céu Baptista, e não implica o comprometimento da Mútua dos Pescadores com as posições tomadas sobre os incêndios que assolaram o país em junho e outubro. Compromete-nos sim com o esforço coletivo na procura de soluções para que estas tragédias não se repitam.

Ler Mais