Acidentes de Trabalho

– A participação deve ser feita pelo tomador de seguro (entidade patronal) mediante o formulário disponível no site, ela será depois encaminhada para o nosso gestor de zona que tomará conta da ocorrência e encaminhará o processo.

– Em alternativa poderá ser feita por escrito em impresso próprio disponível no seu balcão da Mútua ou junto do agente com quem o seguro foi contratualizado – contatos disponíveis no nosso Site.

– Caso não seja possível fazer a participação nestes termos deverão contatar os serviços da Mútua, expor a situação para ser rapidamente avaliada e dar início ao processo.

– Aferidos os aspetos formais, nomeadamente a validade da apólice, verificação da pessoa segura, a aceitação formal da participação é feita de imediato e todo o processo de acompanhamento é iniciado.

– O prazo para fazer a participação está fixado nas condições da apólice ou por omissão, na Lei dos Acidentes de Trabalho (ref. nº 1, artº 87º O empregador que tenha transferido a responsabilidade deve, sob pena de responder por perdas e danos, participar à seguradora a ocorrência do acidente, no prazo de vinte e quatro horas, a partir da data do conhecimento.)

– Os cuidados médicos e de assistência são tratados diretamente pelos serviços próprios da Mútua ou em coordenação com a nossa rede de prestadores.

ALERTAS:

Se for um caso grave – por exemplo quando o trabalhador está a bordo, a navegar, e necessitar de auxílio urgente, o responsável a bordo (mestre ou outro) deverá acionar imediatamente os meios de socorro disponíveis – Centro de Orientação de Doentes Urgentes Mar (CODU-Mar) que tem por missão prestar aconselhamento médico a situações de emergência que se verifiquem a bordo de embarcações. Este é um serviço de direito universal.

Neste contato deverão ser dadas informações muito claras e objetivas sobre o estado do acidentado, e a Mútua disponibiliza nas suas farmácias de bordo que oferece aos associados uma grelha anatómica para auxiliar neste contato.

EMERGÊNCIA MÉDICA NO MAR:

  • através do Número Europeu de Emergência 112 ou +351 213 303 258
  • através de frequências apropriadas:
    • 500Khz na Radiotelegrafia
    • 2182khz na radiotelefonia e onda média.
  • VHF – Canal 16

INMARSAT

Utilize o sinal de urgência antes da Chamada:

  • Em radiotelegrafia – XXX repetido três vezes.
  • Em radiotelefonia – Pan (pane) repetido três vezes.

Úteis: http://www.inem.pt/PageGen.aspx?WMCM_PaginaId=27867

Em caso algum a Mútua se pode substituir aos serviços de emergência médica no mar.