Política Anti-Fraude

A Política Anti-Fraude, parte integrante do Código de Conduta e do Sistema de Gestão de Riscos e Controlo Interno, define a Fraude como “Qualquer ato ou omissão de má fé praticado no sentido de obter, de forma ilegítima uma vantagem patrimonial ou não patrimonial em proveito próprio ou de terceiros” e assenta nas seguintes linhas de atuação:

  • Promover uma cultura anti-fraude desde os Cooperadores passando pela Direcção até aos colaboradores.
  • Sensibilizar e envolver as estruturas internas na adoção de elevados critérios éticos, de rigor e competência no desempenho das suas funções em alinhamento com os valores em que se pauta a nossa atividade.
  • Exigir o cumprimento destes critérios a todos os Cooperadores, Dirigentes, Trabalhadores, Colaboradores, Clientes, Pessoas Seguras, Beneficiários, Fornecedores, Parceiros, que designamos por “partes interessadas”.
  • Investir na formação contínua dos membros dos seus órgãos sociais, trabalhadores e colaboradores adequada às funções desempenhadas e aos riscos a estes associados.
  • Implementar métodos e procedimentos precisos e eficazes para o combate à fraude.
  • Implementar ferramentas informáticas e metodologias que auxiliam na mitigação do risco de fraude.
  • Criar fluxos de comunicação dentro da Mútua para uma melhor divulgação de casos de prática de fraude.
  • Implementar ferramenta informática que permita o registo de situações irregulares /fraudulentas detetadas, respetiva tipologia e características, respeitando as normas legais aplicáveis e as regras de segurança adequadas.
  • Assegurar a observância da confidencialidade e sigilo sobre a identidade das pessoas envolvidas em todos os atos do procedimento.

A Mútua dos Pescadores, ao estabelecer formas de atuação e combate à Fraude, pretende garantir a prevenção, deteção e reporte de atividades fraudulentas que possam causar danos financeiros e/ou económicos bem como na sua imagem institucional.

Comunicação de situações potencialmente fraudulentas
A comunicação por parte de qualquer parte interessada do conhecimento ou suspeita de situações ou práticas que possam ser consideradas fraudulentas poderá ser efetuada sempre por escrito:

  1. Através do seguinte e-mail: anti.fraude@mutuapescadores.pt
  2. Na sede, em qualquer dependência ou balcão da Mútua ou escritório de mediadores e/ou colaboradores Mútua dentro de um envelope fechado dirigido à Auditoria Interna.
  3. Online através do preenchimento do formulário, especificamente destinado à participação de fraude.

A Mútua dos Pescadores garante o sigilo sobre a identidade de quem participa qualquer situação potencialmente fraudulenta.

Todas as participações recebidas serão analisadas e registadas, procedendo-se às investigações e procedimentos inerentes ao facto e em conformidade com as normas legais e regulamentares aplicáveis.